Como solicitar o Seguro Desemprego

0
22

Veja como conseguir solicitar seu Seguro Desemprego

Você sabe o que é seguro-desemprego?



É direito do trabalhador comum, ou seja, inscrito na carteira de trabalho.

Além das empregadas domésticas, as empregadas encarregadas do trabalho ou afastadas pela empresa

Este benefício desempenha um papel importante em ajudá-los a ganhar a vida financeiramente sem ter que encontrar outro emprego.



Com isso, é possível ter pelo menos três meses de tranquilidade para participar do processo eleitoral e retornar ao mercado de trabalho.

Mas, como todos os benefícios oferecidos pelo governo federal, você deve atender a certas regras e requisitos para recebê-los.

Para ajudá-lo a entender como funciona o seguro-desemprego, identificamos informações importantes neste artigo.

Como funciona o Seguro Desemprego

Em primeiro lugar, o seguro-desemprego é um benefício trabalhista oferecido pelo governo Federal

Sendo assim para trabalhadores com carteira assinada

Que foram involuntariamente demitidos da empresa para a qual trabalhavam sem motivo razoável.



Ou seja, durante um determinado período que pode variar entre 3 a 5 meses

Essa pessoa recebe um valor que pode ajudar na sua sobrevivência enquanto não encontra outro substituto no mercado de trabalho.

Portanto é considerado um dos benefícios mais importantes para as equipes de trabalho

Pois auxilia muito os trabalhadores que são demitidos e não estavam preparados financeiramente para custear suas despesas.

Como não previram que poderiam estar sendo encerrados repentinamente.

Além disso, vale destacar que o pedido de seguro-desemprego

Pode ser feito em diversos locais e dependências homologadas pelo Ministério da Fazenda.

O agente de pagamento é a Caixa Econômica Federal.

Lembre-se que para receber esse benefício é necessário atender a determinados requisitos e existe uma regra para que seja pago.

Quando solicitar o Seguro Desemprego

Enfim o trabalhador pode candidatar-se ao seguro-desemprego ao sair da empresa onde trabalha involuntariamente, ou seja, por iniciativa da empresa e sem justificação.

Além disso, o tempo para o trabalhador formal fazer isso é do sétimo ao 120º dia após o dia da demissão.

Aliás no caso de empregada doméstica, é do sétimo ao 90º dia de antecedência.

Se o funcionário for afastado por qualificação, é durante a rescisão do contrato de trabalho.

Além disso, o trabalhador resgatado do trabalho escravo está até o 90º ano a partir da data do resgate.

Quem pode solicitar esse seguro

Como vimos, não apenas o trabalhador formal com direito ao seguro-desemprego

Aliás o trabalhador doméstico, o trabalhador qualificado e o trabalhador salvo do trabalho escravo

Também podem receber esse benefício, desde que atendam a determinados requisitos.

Portanto no caso do trabalhador com carteira assinada, deve ter sido despedido sem justa causa

Estar desempregado à data do sinistro, não ter rendimentos próprios, não deve receber benefícios previdenciários

Com exceção do auxílio acidente e pensão por morte , como e ter recebido pelo menos um salário:

Doze meses nos últimos 18 meses anteriores ao despedimento (primeiro pedido de Seguro Desemprego);

Nove meses nos últimos 12 meses anteriores ao despedimento (segunda aplicação do Seguro Desemprego);

Seis meses antes da demissão (terceiro pedido de seguro-desemprego, em diante).

Já o trabalhador com bolsa de qualificação profissional deve suspender o contrato e inscrever-se no curso determinado pelo empregador.

Justa causa

Além disso, o trabalhador local também deve ter sido demitido sem justa causa

Também ter trabalhado nesta função por pelo menos 15 meses nos últimos 24 meses

Bem como ter pago no mínimo 15 vezes FGTS e INSS, não ter outra fonte de renda e não receber benefícios sociais benefícios de segurança.

Finalmente, temos o trabalhador resgatado.

Nesse caso, é necessário comprovar a salvação do trabalho forçado ou da escravidão

Por não receber benefícios previdenciários, bem como não ter renda adicional.

Documentação exigida

De fato temos diversos públicos no Seguro Desemprego

Por isso a documentação pode sofrer alterações.

Portanto, explicaremos separadamente os documentos que cada pessoa deve obter ao solicitar o benefício.

Portanto o funcionário oficial deve compartilhar todos os documentos relativos à rescisão

Tais como Solicitação de Seguro Desemprego, Aviso de Demissão, Prazo de Rescisão do Contrato de Trabalho

Prazo de Demissão de Rescisão do Contrato de Trabalho e Homologação da Rescisão do Contrato de Trabalho.

Além disso, é necessário retirar a carteira de trabalho, RG, PIS / PASEP, CPF, extrato do FGTS e os dois últimos recibos.

No caso de trabalhadores com bolsa de formação profissional, os documentos exigidos são o RG, o PIS / PASEP

E então o documento comprovativo da suspensão do contrato de trabalho para formação.

Além disso, no caso de trabalho familiar, a documentação inclui o RG

E os documentos que atestam a rescisão do contrato de trabalho.

Por fim, o trabalhador resgatado estará apresentando o PIS

A comunicação de licença do trabalhador resgatado e o comprovante de que foi resgatado.

Como é feito esse cálculo

Desse modo em termos de parcelamento, esse valor depende do número de meses

Trabalhados nos 36 meses anteriores ao desligamento.

Assim como em relação ao valor das prestações, no caso dos funcionários oficiais, estará sendo considerada a média dos últimos 3 meses de vencimento

Então estará sendo aplicada uma fórmula para apurar qual é o valor final recebido.

A seguir, acompanhe na tabela abaixo como funciona a apuração do valor da parcela.

Além disso, no caso de trabalhadores domésticos, aposentados por qualificação e trabalhadores resgatados

Portanto o valor do Seguro Desemprego é um salário mínimo federal efetivo.

Observe que esta informação só pode ser confirmada no momento do recebimento do benefício.
Como fazer a solicitação

É possível se inscrever no Seguro Desemprego na Superintendência Regional do Trabalho e Emprego (SRTE)

No Sistema Nacional de Emprego (SINE), nos cargos credenciados pelo Ministério da Economia

Também no Portal Empregar Brasil e no aplicativo carteira digital de empregos

No caso de solicitação presencial na agência

É necessário comparecer com os documentos em mãos no dia e no horário pré-agendado número 158.

Após este processo, deverá aguardar a liberação do primeiro prestação.

Esta data estará sendo anunciada pela escolta.

No Portal Empregar Brasil você deve clicar no cadastro para criar sua conta cidadão.br.

Em seguida, você precisa responder a um questionário de cinco perguntas sobre seu histórico de trabalho.

Não se preocupe! Se você tiver uma carteira de trabalho em mãos, esse processo será mais fácil.

Feito isso, clique no botão “Inscrever-se no Seguro Desemprego”

E assim preencha o formulário com as informações necessárias.

Sendo assim, você tem em mãos a documentação mencionada acima.

Após este processo, algumas opções de cursos de qualificação irão aparecer na tela para se cadastrar.

Aliás você também terá acesso às vagas selecionadas de acordo com seu perfil.

Nesse momento, você pode se inscrever para o que quiser.

Por fim, é necessário agendar um horário para comparecimento ao SINE e concluir o processo de inscrição no Seguro Desemprego.

No aplicativo de pasta de trabalho digital, o processo é semelhante

Então você precisa baixar o aplicativo do Google Play ou da Apple Store.

Depois de instalá-lo, você precisa se registrar.

Em seguida, você precisa clicar em “Benefícios” e, em seguida, em “Inscrever-se no Seguro Desemprego”.

Preencha todas as informações necessárias com base na documentação.

Por fim, você precisa ir ao SINE para concluir o processo.

Nesse caso, é necessário planejar com antecedência pelo telefone 158.


  • Fonte de informação: https://senhorfinancas.com/como-receber-o-seguro-desemprego/

 



DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui