Já praticou exercício mental para emagrecer

0
9

Já praticou exercício mental para emagrecer



Comer e praticar exercícios costumam ser os pilares de uma dieta para emagrecer

Mas dependem inteiramente de outro fator nem sempre lembrado: o controle mental.

Então só querer perder peso não é suficiente.



Para manter a disciplina e conseguir atingir todos os objetivos planejados

Será necessário mudar alguns conceitos e começar a pensar de forma diferente.

Praticando o exercício mental para emagrecer

Sendo assim uma maneira de treinar sua mente é revisar todos os padrões que usamos como referência para comportamento saudável.

Segundo a explicação do programa de emagrecimento Seca Você Renove, da ex-BBB Mayra Cardi, essas referências estão relacionadas ao ambiente em que se vive.

Ou seja: quando ninguém ao seu redor está preocupado com sua saúde ou hábitos alimentares

Portanto é normal se acostumar com esse padrão, tornando o objetivo mais distante.



Quando ampliamos nossos horizontes, adotamos diferentes referências

Portanto assim visualizamos com mais clareza para onde queremos ir, fica mais fácil atingir o objetivo.

Para libertar a mente desses padrões distorcidos, o programa sugere sempre fazer a seguinte pergunta:

Estou me alimentando de um quadro de referência desejado?

“Muitas vezes, para não dizer tudo, não podemos cumprir a promessa de perda de peso porque nosso ambiente, nossa autoimagem e nossas referências estão em lugares opostos ao que queremos”

Como treinar meu cérebro?

Você sabe quais alimentos incluir ou retirar do cardápio para ter uma vida saudável e perder peso.

Mas, como existe um abismo entre consciência e atitude, é tão importante trabalhar o aspecto psicológico da perda de peso

Assim saber quantas calorias você está colocando no prato.

É por isso que seu cérebro pode ser o vilão da dieta ou um aliado.

Em um artigo para o site Summer Tomato, a neurocientista Darya Rose explica

Por que você deve se concentrar mais em sua mente e menos em planos alimentares se você realmente deseja perder peso.

Segundo a profissional, o conhecimento sobre nutrição é válido, mas só existe uma peça no quebra-cabeça.

Aliás a verdadeira chave é entender seu comportamento e motivação e usar essa informação para ter um impacto significativo em sua saúde.

Qual o segredo para emagrecer e permanecer

Darya diz que a primeira coisa a entender é que não temos tanto controle sobre nossas escolhas alimentares quanto gostaríamos de acreditar.

Portanto o autocontrole não é algo que podemos simplesmente ligar ou desligar.

Desse modo, como resultado, o processo de tomada de decisão é muito mais complexo.

Assim como um músculo do corpo, a força de vontade se cansa quando é treinada com muita frequência.

Todas as decisões que tomamos durante o dia acabam perdendo nosso autocontrole,

O que pode enfraquecer nossa capacidade mental de escolher alimentos saudáveis.

De fato cérebros cansados ​​acham muito mais fácil ir atrás de um biscoito, por exemplo, dizem os neurocientistas.

Como o cérebro ajuda esse processo

Desse modo o grande segredo para trabalhar com a força de vontade, assim ajudando com exercício mental para emagrecer

Aliás que é responsável por nossas escolhas à mesa é torná-la um hábito e automatizar o máximo possível todas as decisões que tomamos.

Uma vez estabelecidos, os hábitos minimizam o “uso” da força de vontade ou do esforço mental.

Os pesquisadores estimam que até 90% de nossas decisões alimentares diárias ocorrem como resultado do hábito.

Isso economiza energia do cérebro, que pode ser usada para decisões mais difíceis, onde os hábitos não podem ser usados.

Darya aprende que todo hábito que desejamos desenvolver deve fornecer uma recompensa significativa para que seja estabelecido.

Isso significa que é importante não apenas pensar na contagem de calorias e encontrar alimentos saudáveis

Que você realmente goste de comer e atividades físicas que você goste de fazer.

Como nossos cérebros costumam ficar sobrecarregados com facilidade, é melhor evitar a pressa e não tentar desenvolver muitos hábitos de uma só vez.

Concentre-se em apenas dois ou três hábitos de cada vez e vá com calma.

Aliás os hábitos podem levar de duas semanas a seis meses para se estabelecerem.

Comece com o mais simples e avance ao longo do projeto.


* Fonte de Informação: https://www.vix.com/pt/dietas/540342/os-18-melhores-queimadores-de-gordura?utm_source=next_article




DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui