Viajar sem gastar

0
43
viajar sem gastar

Viajar sem gastar muito

Será possível viajar sem gastar muito? A resposta é sim! Caso você não se importe em ter muito conforto ou luxo, certamente poderá aproveitar as opções mais baratas.

Viajar é uma das coisas mais desejadas que as pessoas podem querer, são momentos únicos de lazer que quebram sua rotina


São momentos que você é tirado do seu meio de trabalho, amigos, dos seus caminhos diários

E levado até um local talvez desconhecido que fará você viver novas experiências que levara pra sempre

Mas tudo tem um custo e é isso que queremos passar à você, que é possível viajar sem gastar muito

Aliás existem pessoas que viajam pelo mundo sem gastar praticamente nada ou até que por onde passam

Conseguem arrumar um jeito de se manter por lá mesmo e assim vai de cidade turística a outra sem preocupação alguma

Você se surpreenderá comprando passagens aéreas na baixa temporada e antecipadamente, se hospedando em hostels e se locomovendo a pé ou de ônibus, quando possível.

Esses 3 itens englobam as maiores despesas que você terá em qualquer viagem que fizer.

Por isso fique de olho em nossas dicas e aproveite ao máximo sua viagens sem gastar muito

Além dessas dicas, descubra outras sugestões de como economizar em sua viagem pelo Brasil!

1 – Viaje em grupos de quatro

Viajar com amigos permitirá que você divida os custos que de outra forma teria que pagar a sós ou a dois. Um exemplo está na hospedagem.

Quando você divide a diária dos quartos com amigos durante toda a viagem, você conseguirá reduzir drasticamente os preços pagos. Assim, é possível ter mais conforto com o melhor custo benefício.

Esse método de contratação vem aumentando muito de uns anos para cá, saindo sua diária bem mais em conta do que se estivesse sozinho e desfrutando da mesma maneira

No caso se sua diária ficasse em R$ 200 ficaria apenas R$50 dividindo em quatro amigos

2 -Viajar sem gastar muito e coma o que puder

Geralmente, os restaurantes oferecem Buffet com um preço mais caro, então, se puder, evite.

Certamente, você não comerá tudo que tem à mesa e, assim, desperdiçará o que gastou.

Procure por locais com preços mais em conta, principalmente, pelo centro da cidade.

Todas cidades tem supermercados e evidentemente os preços por lá são bem menores em coisas que você compraria na praia no caso

Então abasteça sua casa, apartamento com coisas que estão disponíveis nos supermercados

A comida é um dos itens que mais pesa no orçamento de viagens!

Existem também muitas barracas na rua onde os lanches são muito mais baratos. Alguns locais oferecem “combos” que valem a pena aproveitar.

Deixe para comer os pratos típicos da região e, assim, pagar um pouco mais pela experiência de saborear uma comida regional.

Para evitar gastos também, pode preparar um lanche bem saboroso e levar para os seus passeios. Ou ainda, comprar comida em supermercados.

 

3 – Caminhe em todos os lugares

Evite os táxis e utilize o transporte público (ônibus) ou o Uber quando necessário. Mas sempre opte por andar à pé pela cidade.

Essa forma de locomoção é grátis, assim você conhece melhor os locais e ainda se exercita (para queimar todas as calorias daquele almoço gigante).

Claro que, se há muita distância entre um passeio e outro, ou se sua acomodação for distante do ponto turístico que pretende conhecer, prefira pegar um ônibus ou trem.

Fique atento em viajar , apenas aos horários para não ficar andando pela rua tarde da noite.

Pode ser perigoso! Todo cuidado é pouco! ainda mais em locais alheios a nossa rotina, ou seja, que não conhecemos

 

4 – Escolha uma acomodação barata

Se quiser assim economizar, hospede-se em um hostel (8 camas), pois custa em torno de R$ 25 a R$ 40 dependendo do período. Os privativos custam cerca de R$ 80 a R$100.

Há também pousadas com bons atrativos como piscina, certamente espaço para jogos e café da manhã incluso na diária

Às vezes até com cozinha livre para fazer um lanche (onde poderá economizar cozinhando).

Você pode reservar certamente a sua acomodação por sites como: Hostelworld, Booking ou se preferir no Airbnb. Pesquise nessas 3 opções e verifique o que lhe oferece o melhor custo benefício. experimente essas dicas

5 – Não viaje na alta temporada

Não viaje na alta temporada do Brasil, que compreende entre os meses de Dezembro à Março.

Pois além de ser um período bastante movimentado e muito congestionado, é ainda aliás caro em todos os aspectos: passagem aérea hospedagem, passeios, etc.

Viajar sem gastar muito segue essa razão, se você busca economia, vá durante a baixa temporada.

Que é estabelecida entre os meses de abril a novembro e certamente os preços despencam como se caíssem de uma arvore

chegando a custar até quatro vezes menos do que na alta temporada

Procure destino pouco conhecidos

Esse é um truque que vale muito a pena, procurar destinos desconhecido

Ou seja o local clama por turistas que geralmente se deslocam a grande centros turísticos e acabam deixando locais pouco divulgados

Faça uma boa pesquisa em navegadores e sites diferente e provavelmente encontrara muita coisa boa por ai

Com o mesmo nível de destino que você quer encontrar, porém de uma forma muito mais econômica

O Google Flights pode te ajudar e muito na busca desses destinos talvez desconhecidos pra você

Onde muito já estão indo à tempos

Trocar sua casa

É isso meu meu amigo, trocar de casa com outra pessoa, um ótimo jeito de viajar sem gastar muito

Isso já acontece em vários países do mundo num site chamado “troca casa” e tem muita casa por lá

Uma maneira muito inteligente de conhecer outros locais

Basta entrar no site e se cadastrar com uma taxa pequena a ser cobrada

Com fotos que você poderá analisar a outa residência

Geralmente pessoas cadastrada nesse site, são famílias que gostam de conhecer outros lugares

Assim de uma forma bem simples viajar sem gastar muito

Basta ler a politica do site e se informar bem sobre todas as regras, par que possa ser bem avaliado como trocador de casa


DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here